Turismo LGBT cresce 11%, acima da média da indústria

Com resultados mais expressivos do que a média do setor, o Turismo LGBT aparece como um dos setores de maior potencial para a indústria de viagens. Durante o Fórum de Turismo LGBT, promovido pela Associação Brasileira de Turismo LGBT (ABTLGBT) e pela revista ViaG, foi apresentada uma pesquisa que aponta o crescimento de cerca de 11% ao ano desse setor – enquanto a indústria convencional registra alta de 3,5%.

O estudo traçou um perfil do turista LGBT, que se mostra mais exigente em relação à qualidade dos serviços contratados. Tais passageiros realizam pelo menos quatro viagens por ano, em média, e 45% dos gays e lésbicas viajam para o Exterior todos os anos – enquanto a média nacional é de 9%.

O gasto dos turistas LGBT foi apontado, pela pesquisa, como sendo 30% maior em relação a outros viajantes, e o público LGBT movimenta hoje 10% do Turismo mundial. Em relação ao tipo de viagem realizada, 15% realizam cruzeiros (contra 2% da média nacional), 87% fazem viagens através de agências (contra 42%) e 89% tem curso superior completo.

A pesquisa destaca ainda que a estimativa de renda mundial do público LGBT é de US$ 3 trilhões, o que representa um valor mais alto do que o PIB de países como a França, por exemplo. Além disso, o Brasil foi destacado como o país da América Latina com o maior potencial para o Turismo LGBT, com cases de sucesso como a Parada Gay de São Paulo, que conta com receita equivalente a R$ 190 milhões e é a maior do mundo.

Quero tudo, e quero agora.👑⚡ Fazendo amor, política e festa em @amoravc_ 💜 Transformando código em poesia na @outsiders.black 👩🏾‍💻

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TOPO

amora é uma multiplataforma online por e para sapatão: as les, as bi, as cis e trans/nb. Um lugar seguro e saudável pra todes nós.